A 13ª edição da Absa Cape Epic acontecerá de 13 a 20 de março de 2016 e promete ser tão desafiadora como as anteriores. Mountain Bikers de diversos países enfrentarão oito dias de aventura pela região de Western Cape na África do Sul.

A ultramaratona deve ser concluída em dupla e o percurso muda a cada ano, levando ciclistas amadores e profissionais de todo o mundo a percorrer paisagens naturais e de grande elevação pelas maiores montanhas da África do Sul.

A Cape Epic é a stage race (XCS) mais conhecida internacionalmente e a única prova por etapas de mountain bike de oito dias reconhecida como “hors catégorie” pela União Ciclística Internacional (UCI). O que torna a ultramaratona um destaque no calendário dos atletas profissionais.

Hors Catégorie é um termo francês que significa “beyond categorization”, ou seja, subida de incrível difículdade, originado de estradas com inclinação onde carros não são capazes de subir.

A Cape Epic também atrai atletas amadores que querem testar seus limites e pedalar junto com os melhores atletas de mountain bike do mundo. É uma corrida full-service, ou seja, os participantes ficam imersos e contam com a infra-estrutura da prova durante os 8 dias de competição.

Para conseguir o título de finalista da Cape Epic, o atleta precisa enfrentar durante os 8 dias de prova, 651km com 15.100m de ganho de elevação em um percurso acumulado de 110km de sigle track. Partindo e retornando de Meerendal Wine Estate em Durbanville, através de territórios naturais desafiadores e emocionantes, por Saronsberg em Tulbagh, Cape Peninsula University of Technology em Wellington e Boschendal em Stellenbosch.

Entre os 1.200 participantes, destaque para o brasiliense Abraão Azevedo, lenda do MTB nacional e internacional, que busca a quarta vitória na categoria máster ao lado de Bart Brentjens (Holanda). E também para a dupla formada por Henrique Avancini e Manuel Fumic (Alemanha). Além destes atletas, outras 11 duplas com participação de brasileiros estarão na ultramaratona.

Brasileiros na 13ª edição da Absa Cape Epic

• Henrique Avancini e Manuel Fumic (Alemanha) – Equipe: Cannondale Factory Racing – Men
• Abraão Azevedo e Bart Brentjens (Holanda) – Equipe: CST Superior Brentjens – Masters
• Cristiano Solak e Jose Correia Pinto Filho – Equipe: Abrame/Peaks – Masters
• Mauricio Marques de Castro e Clecio Ricardo Bazanelli – Equipe: Orphans Africa MTB – Grand Masters
• Mateus Zandona e Juliano Arce Nunes – Equipe: 3Z – Men
• David Klabin e Paola Carvalho – Equipe: Galt Capital/Assos Brasil – Mixed
• Luiz Gatti e Fabio Augusto Kich Gontijo – Equipe: Mavericks Pros – Masters
• Paulo Brandão e Paulo Carvalho e Silva – Equipe: Panevita – Masters
• Nilo Chaves Maia e Fabio Mansur – Equipe: Peaks Brazil – Men
• Paulo Freitas Ribeiro e Carla Lavigne – Equipe: Assos Brasil – Mixed
• Joao Sichieri e Renato Souza – Equipe: Pangaré – Men
• Diogo Nebias e Marcos Castelo Branco – Equipe: Brazil – Men
• Bruno Cardoso e Cesar Rosario (Portugal) – Equipe: Codfish – Men

 

Saiba mais sobre a Cape Epic

• Conquistas brasileiras na Absa Cape Epic 2016
• Atuação brasileira na Cape Epic 2015

Facebook: tripedalnetTwitter: @tripedalnetInstagram: @tripedalnetMore...