A categoria open teve cinco vencedores diferentes em sete etapas. Na ultima corrida, duas duplas brigavam pelo título separadas por apenas 21 segundos

Brasil Ride
Todos os campeões da Brasil Ride 2017 (Fabio Piva / Brasil Ride)

A oitava edição da Brasil Ride, principal ultramaratona de MTB das Américas, encerrada neste sábado (21) como a mais equilibrada até agora, coroou os campeões das sete categorias – open, ladies, máster, grand máster, mista, nelore e corporativa -, além de duas camisas especiais para as melhores duplas de homens e mulheres das Américas. Se os 500 participantes dos sete dias de evento viveram mais uma etapa de suas vidas, o dia da decisão levou ainda outros 1.000 ciclistas às ruas e trilhas de Porto Seguro e região, que também puderam festejar o ciclismo e sentir o gosto de competir com os melhores mountain bikers do mundo.

Na principal categoria, Henrique Avancini e o tcheco Jiri Novak fizeram bonito e levaram o título em uma disputa que só foi definida nos quilômetros finais da última etapa. Eles chegaram à sétima fase separados por apenas 21 segundos dos italianos Michele Casagrande e Fabian Rabensteiner, campeão de 2016. Quarto colocado em setembro no Mundial da Austrália, Avancini confirmou que está em sua melhor fase e Jiri escolheu a Brasil Ride para encerrar uma carreira vitoriosa.

A máster teve um resultado histórico. Bart Brentjens (HOL) e Abraão Azevedo conquistaram o penta, mas perderam uma invencibilidade de cinco anos em etapas. Foram superados em duas provas pelos tchecos Ondrej Fotjik e Robert Novotny, bicampeão da open em 2010/2011. Outra disputa que deu o que falar foi a mista, com o título dos norte-americanos Sonya Looney e Gordon Wadsworth, que bateram a parceria portuguesa Celina Carpinteiro e Valerio Ferreira.

Na ladies, Raiza Goulão e Margot Moschetti (FRA) não tiveram adversárias e saíram invictas. Na grand máster, o título foi do argentino Pablo Rodriguez com o eslovaco Peter Vesel. Na nelore, Reginaldo Marques Moreira e Robson Mendes Magalhães triunfaram na categoria para ciclistas com mais de 95 kg, enquanto a corporativa foi vencida pelo trio Andre/Wagner/Rodrigo. Mario Veríssimo e Kennedi Sampaio e Ana Luisa Panini e Pilar Covalan, levaram o título de melhores homens e mulheres das Américas.

 
Brasil Ride 2017
Sintonia da dupla campeã, na sexta etapa, em Arraial (Marina Magalhães / Brasil Ride)

Altíssima performance

“Esse ano a Brasil Ride mostrou ser não apenas um grande desafio para todos os ciclistas, mas também que é uma competição de altíssima performance. Todas as categorias foram marcadas pela emoção e com disputas acirradas. Na open, por exemplo, tivemos cinco duplas vencedoras de etapas em sete corridas, com dias históricos. A Trek Selle San Marco e a equipe do Henrique Avancini e o tcheco Jiri Novak correram pelo título com um enredo perfeito para o cinema. Nem no exterior isso ocorre”, avaliou Mario Roma, idealizador da Brasil Ride.

“Hoje, ganhar uma etapa da Brasil Ride é um feito grandioso. Ser campeão então, é algo como o Jiri Novak nos falou, uma condecoração da carreira. Ele aposentou-se aqui com chave de ouro. O ápice do ápice. Quando um atleta profissional como o Jiri, que disputou dezenas de maratonas e corridas por etapas ao redor do mundo, diz algo desse tipo, mostra que a principal ultramaratona de MTB chegou ao mais alto patamar de performance que poderia chegar”, completou Roma.

 

Maratona dos Descobrimentos

Com a largada realizada 25 minutos após o início da etapa final da Brasil Ride, a Maratona dos Descobrimentos colocou mais 1.000 ciclistas para competirem nos mesmos 73,4 km que os melhores atletas de MTB do mundo estavam pedalando para definir a oitava edição da ultramaratona.

Com diversas categorias entre idades, os campeões no geral entre mulheres e homens foram os ciclistas Emiliana Mara Lopes e José Montoya, da Costa Rica, com os tempos de 3h50min45 e 3h03min45, respectivamente.

 

Campeões da oitava edição da Brasil Ride

Open: Henrique Avancini (BRA) / Jiri Novak (CZE)
Ladies: Raiza Goulão (BRA) / Margot Moschetti (FRA)
Master: Bart Brentjens (HOL) / Abraão Azevedo (BRA)
Duplas mistas: Sonya Looney (EUA) / Gordon Wadsworth (EUA)
Americas men: Mario Veríssimo (BRA) / Kennedi Sampaio (BRA)
Americas women: Ana Luisa Panini (BRA) / Pilar Bust (CHI)
Grand máster: Pablo Rodriguez (ARG) / Peter Vesel (SLO)
Nelore: Reginaldo Marques Moreira (BRA) / Robson Mendes Magalhães (BRA)
Corporativa: Andre/Wagner/Rodrigo (BRA)

 

Vencedores de cada etapa na open

Prólogo: Hans Becking (HOL) / Sebastian Fini (DIN)
Etapa 2: Tiago Ferreira (POR) / José Silva (POR)
Etapa 3: Henrique Avancini (BRA) / Jiri Novak (CHE)
Etapa 4: Luis Leão Pinto (POR) / Soren Niessen (DIN)
Etapa 5: Michele Casagrande (ITA) / Fabian Rabensteiner (ITA)
Etapa 6: Henrique Avancini (BRA) / Jiri Novak (CHE)
Etapa 7: Henrique Avancini (BRA) / Jiri Novak (CHE)

 

Veja também

» Saiba mais sobre a Brasil Ride
» Brasil Ride, a prova das estrelas reune campeões mundiais e olímpicos no Sul da Bahia
» Confira o nosso ranking com as melhores ultramaratonas de mountain bike do Brasil

 

Fonte

Assessoria de Imprensa da Brasil Ride | ZDL Comunicação

Facebook: tripedalnetTwitter: @tripedalnetInstagram: tripedalnetMore...