A sexta edição da Brasil Ride reuniu 500 atletas de 23 países e 18 estados brasileiros e o Distrito Federal entre os dias 17 e 24 de outubro, na Chapada Diamantina, na Bahia. No sábado (24) foi disputada a Maratona Brasil Ride, prova de um único dia, por outros 600 bikers. A prova da classe S1 distribuiu aos campeões da open e ladies 120 pontos nos rankings das UCI (União Ciclística Internacional). Além da premiação em produtos por etapas, a edição teve recorde em premiação em dinheiro da modalidade no País, com cerca de R$ 70 mil em prêmios gerais e por etapas.

Prólogo

2ª Etapa

3ª Etapa

4ª Etapa

5ª Etapa

6ª Etapa

7ª Etapa

 

Bart BretjensAcredito que voltarei outra vez em 2016. Claro que há muita coisa para decidir, mas provavelmente voltaremos. É uma ótima corrida, com grande visibilidade. É bom para nossos patrocinadores estarmos aqui. Uma prova muito organizada, com muitos pontos UCI em um ótimo país”.
Bart Brentjens, campeão olímpico de Atlanta 1996 e tricampeão da Brasil Ride.

Hnerique AvancineEsta foi minha quarta participação na Brasil Ride, um evento que sempre procurei colocar no calendário porque conseguiu elevar o MTB a outro patamar nesses seis anos. É um evento extremamente bem organizado, técnico e consegue reunir atletas de ponta e amadores em um congraçamento muito importante para o esporte. Nesse ano, o torneio esteve em um patamar superior de sinalização, postos de apoio, escolhas de trilha. O evento realmente cresceu muito e ainda me garantiu pontos importantes”.
Henrique Avancini que briga para representar o Brasil na Rio 2016.

Rafael CatalãoNo ride, a cada ano que passa fica melhor, esse ano aumentaram os pontos de apoio durante as etapas. A prova é muito bem organizada, o Mario Roma como ele já foi atleta ele tem noção do que a gente passa, é um cara que já sentou no selim e sofreu como nós sofremos, então ele tem experiência… Em nenhum momento nos escondemos, largou já demos uma paulada, foi uma corrida maluca, alucinante”.
Rafael Catalão, destaque na competição e vencedor da 7ª etapa.

Mario RomaO nível está subindo a cada ano, ao ponto de os líderes perderam a ponta na penúltima etapa e começar tudo de novo na briga pelo título, na última etapa. Mostra que hoje em dia ganhar uma etapa da Brasil Ride já é uma grande conquista, ganhar o troféu então é uma incógnita até o final, isso comprova que a competição está chegando a um nível ainda mais profissional…
 
Os atletas estrangeiros, que viajam pelo mundo inteiro, estão de boca aberta. Os representantes da UCI (União Ciclística Internacional) já disseram que nossa pontuação é 9.9, e os atletas estão abismados com a qualidade de marcação, alimentação, estrutura, banheiros, chuveiros. Os brasileiros se surpreendem pelo tamanho da prova e os estrangeiros se surpreendem pela qualidade”
.
Mario Roma, fundador da Brasil Ride.

Ronaldo ToraLembro de cada momento e do sofrimento de cada um para subir as serras da chapada Diamantina e vejo como toda a equipe Brasil Ride está em um verdadeiro sincronismo desde a largada até a chegada, imprevistos acontecem numa prova deste tamanho mas nada que não possamos resolver para Vcs atletas Brasil Ride 2015, até 2016”.
Ronaldo Tora, tricampeão do Iron Biker, 3x finalista da Cape Epic e apoio na Brasil Ride.

Abraão AzevedoOrgulhoso por estar mais uma vez ao lado do parceiro o primeiro campeão olímpico de MTB Sir Bart Brentjens. Esta foi a sexta ultramaratona da parceira: 3x Brasil Ride, 2x Epic e 1x Costablanca, em todas essas oportunidades subimos o lugar mais alto do podium. Este ano fizemos o nosso melhor, conseguimos ir bem em todos os estágios. Foi marcante conseguir baixar o tempo da segunda etapa tão dura que é conhecida como etapa rainha, passando pela mundialmente famosa trilha do VIETNÃ, finalmente superando o trauma de anos anteriores.
 
Feliz em ver o desempenho dos meus alunos, apesar de muitos estarem ansiosos todos se deram muito bem: Albert, Darley, João Marcio, Marcelo Oliveira e Claudio Van Damme, Pedro Franarin e Wellington Sales, Diego Trigueiro e Helder Fernandes, Paulo e Heleno Caetano, Fabricio e Sergio. Parabéns a todos por aceitarem o desafio com dedicação e disciplina que a empreitada exige. Um especial parabéns as famílias por darem todo o suporte necessário a realização desse feito principalmente pela compreensão das ausências. Inclusive a minha família que sempre apoia minha jornada.
 
Parabéns Mario Roma, Andrea Garavello e a toda organização que a cada ano eleva o nível do MTB brasileiro. A estrutura geral da prova sempre evoluindo. Muitas partes do percurso foram cuidadosamente preparadas para privilegiar o pedal ao invés do empurra bike.
 
Especial agradecimento aos meus patrocinadores: SCOTT BRASIL e Greens Restaurante Natural. Um abraço especial a todos os amantes do Mtb que torceram por mim em mais esta ultramaratona. Brasil Ride More Than a Race a Stage In Your Life :)”
.
Abraão Azevedo, hexacampeão da Brasil Ride, tricampeão da Cape Epic e bicampeão mundial de MTB

 

» Veja os relatos de atletas que participaram da Brasil Ride 2015

 
Referências:
• Brasil Ride – Roma Comunicação • ZDL Comunicação • AAZ Sports • JC Bikes • Tora Racing

Facebook: tripedalnetTwitter: @tripedalnetInstagram: @tripedalnetMore...