Conheça o perfil dos Super Randounneurs brasileiros que irão participar da 19ª Edição do Paris-Brest-Paris: Brazucas no PBP 2019

David Dewaele – D042

david

Cidade:
Curitiba/PR

Naturalidade:
França

Idade:
47 anos

Profissão:
Professor de Francês

Como/Por que começou a pedalar?
Parei de fumar em 2006 e comprei uma bicicleta para praticar esporte. Eu tinha um aluno/mentor Pedro Burba que me convidou a pedalar em grupo e me fez conhecer o Audax 200km em Curitiba em fevereiro de 2007 organizada na época pelo Roberto Coelho. Aceitei o desafio e me interessei pela prova organizada mundialmente pelo Audax Club Parisien.

Qual o BRM/LRM mais marcante?
Em junho de 2015, quando perdi um companheiro de pedal ao meu lado.

Já participou de outros PBP? Como foi?
Já participei de 3 PBP (2007, 2011, 2015). O primeiro choveu quase o tempo todo e foi uma grande descoberta para mim vendo franceses ao longo do percurso homenageando os participantes a qualquer hora do dia e da noite tocando de acordeom e oferecendo bebidas e comidas. No início da noite, é um espetáculo porque se vê luzes vermelhas uma atrás da outra e percebe-se então que é um evento GG com mais de 60 nacionalidades e para se encantar a qualquer momento. Um pneu meu explodiu aos 850 km da prova e encontrei um fazendeiro que me deu um pneu da única bicicleta que ele tinha e que combinava com a minha roda. No segundo PBP em 2011, após ter furado na saída de Paris, um ciclista americano bateu na minha bicicleta que estava no chão e tive que andar 150 km sem poder trocar de marcha até consertar. Até chegar ao oceano atlântico, só se vê placas escritas “Brest” mas dai no meio do percurso e após ter pedalado 615 km, se vê placas escritas “Paris”, o que da vontade de se superar e completar. No terceiro PBP em 2015, não tive problemas mecânicos mas físicos para terminar os últimos 200 kms com um problema no meu pé esquerda. Parei num PC e um médico da Cruz vermelha, sempre presente no percurso, deu uma melhora e pude continuar e completar.

Como foi a sua preparação?
Para a preparação do PBP 2019, privilegiei o pilates e a musculação. Estarei fazendo os últimos preparos pedalando na França um mês antes da prova.

Qual a sua expectativa para a prova?
Completar em menos de 80h e tentar bater meu recorde que é de 75h03

 

Veja também

» Confira os perfis dos brasileiros no PBP 2019
» Paris-Brest-Paris a mais tradicional prova de ciclismo de longa distância do mundo
» Saiba mais sobre os Brevets Randounnerus e Audax, o Ciclismo de Longa Distância

Facebook: tripedalnetTwitter: @tripedalnetInstagram: @tripedalnetMore...