Conheça o perfil dos Super Randounneurs brasileiros que irão participar da 19ª Edição do Paris-Brest-Paris: Brazucas no PBP 2019

Éder Ricardo Vieira dos Santos (Edinho) – X011

edinho1

Cidade:
Paulínia/SP

Naturalidade:
Limeira/SP

Idade:
36 anos

Profissão:
Mecânico de Bicicletas

Patrocinador/Equipe:
Amigos e minha Família

Como/Por que começou a pedalar?
Pedalo desde criança, comecei aos 16 anos competir profissionalmente em provas regionais e jogos do interior. Fui ciclista profissional por mais de 12 anos, participei de inúmeras provas/campeonatos no território nacional. Atualmente, além de trabalhar com bicicletas, pedalo pois é minha paixão e não posso viver sem essa atividade maravilhosa!

Qual o BRM/LRM mais marcante?
Comecei a participar das provas do Audax Randonneurs São Paulo em 2015 (200 km, 300 km, 400 km, 600 km e 1000 km), repeti essas provas em 2017, 2018 e 2019.

Todas as provas me marcaram de alguma forma, porém em 2015 quando iniciei na longa distância, a prova de 600 km foi fisicamente extrema, estava muito frio, houve 75% de desistências devido à baixa temperatura, concluir essa prova foi um desafio muito grande.

No mesmo ano, no meu primeiro 1000 km, o desafio foi ainda maior, eu estava sem treino, trabalhando muito não tinha tempo para treinar adequadamente. Saímos de Holambra/SP em direção a Araçatuba/SP e depois retornamos à Holambra/SP. Até o primeiro PC 110 km o calor era muito grande – 43º graus – houve várias desistências, após passar pela cidade de Jaú começou a chover muito, em Bauru com 310 km já apareceram as assaduras enormes que depois viraram grandes cortes. Passei a noite pedalando até chegar em Lins 417 km e ao chegar em Araçatuba vi como estava bem longe de casa, no retorno de novo pegamos um calor de rachar, terminar esse Brevet foi uma superação indescritível para mim, na chegada avistei de longe minha esposa Kátia (que desde então me acompanha nos Brevets, fazendo o meu apoio) e foi impossível segurar a emoção, um misto de sentimentos, vontade de chorar e ao mesmo tempo muito feliz. Perdi 10 kilos nessa prova, foi muito desgastante fisicamente.

Já participou de outros PBP? Como foi?
Não, será minha primeira vez no PBP. Pedalar na França é um sonho bem antigo.

Como foi a sua preparação?
Para me preparar para o PBP, tenho feito treinos mais intensos de fins de semana, mais de 200 / 250km no mesmo dia. O trabalho não permite que eu tenha tanta disponibilidade durante a semana para treinar, mas me esforço bastante para manter uma boa sequência de treinos. Os Brevets que fiz em 2019 foram bons treinamentos também, fiz a série até o 600km pelo Audax Randonneurs São Paulo e mais um 600km do Audax Litoral, que foi uma prova duríssima de baixo de muita chuva e vários infortúnios com a bike e acessórios.

Qual a sua expectativa para a prova?
A expectativa é a melhor possível, pretendo fazer a prova no menor tempo que eu puder, prezando pela segurança sempre. Espero fazer uma prova consistente e constante, descansando somente o necessário para recuperar as forças e seguir em frente. A gratidão de poder viver essa experiente não tem preço! Estarei entre vários amigos e apoiadores, pessoas maravilhosas e que estão dando todo suporte necessário para essa prova, só tenho a agradecer por tudo.

edinho2

 

Veja também

» Confira os perfis dos brasileiros no PBP 2019
» Paris-Brest-Paris a mais tradicional prova de ciclismo de longa distância do mundo
» Saiba mais sobre os Brevets Randounnerus e Audax, o Ciclismo de Longa Distância

Facebook: tripedalnetTwitter: @tripedalnetInstagram: @tripedalnetMore...