Conheça o perfil dos Super Randounneurs brasileiros que irão participar da 19ª Edição do Paris-Brest-Paris: Brazucas no PBP 2019

Felipe Coquito – Q006

felipe coquito pbp

Cidade:
Niterói/RJ

Naturalidade:
São Paulo/SP

Idade:
38 anos

Profissão:
Produtor Cultural

Patrocinador/Equipe:
Pedalada Sinistra Amazonas Bike / Audax Rio / Scuderia Ciclismo / Sr. Fix / Doug Mechanic Bike Performance / Proteína Consultoria Nutricional – Esses parceiros são muito comprometidos com o ciclismo e fundamentais para a logística das provas.

Como/Por que começou a pedalar?
Comecei a pedalar como alternativa de transporte devido aos grandes engarrafamentos da cidade. Eu perdia muito tempo e dinheiro nos deslocamentos diários e quando adotei a bicicleta minha vida realmente mudou. A partir daí fui me interessando por viagens de bicicleta e pedalar longas distâncias. Quando conheci o circuito Audax, sabia que era isso que eu queria fazer. O sonho de pedalar no PBP foi sendo construído durante 4 anos e consegui a classificação em novembro do ano passado. Estar a poucas semanas da maior prova randonneur do mundo é uma sensação incrível!

Qual o BRM/LRM mais marcante?
Sem dúvidas foi o Super Randonneur Challenge de 2500 km no cerrado brasileiro pelo Clube Randoneiro Cristal!! Fizemos de maneira seguida a prova de 200km, 300km, 400km, 600km e encerramos com a prova de 1000 km e uma altimetria acumulada de 30000 metros. As etapas eram itinerantes e as chegadas eram sempre em cidades diferentes. Foram 8 dias que jamais esquecerei! Conheci pessoas e lugares maravilhosos, a organização foi perfeita e ano que vem pretendo voltar lá para o concluir o novo desafio de 4100 km.

Já participou de outros PBP? Como foi?
Esta será a primeira edição que participo, e espero venham muitas outras!

Como foi a sua preparação?
A preparação foi um planejamento a longo prazo. Quando estipulei a meta de participar do PBP 2019, acredito que eu não havia completado sequer uma prova de 300km. De lá pra cá já foram 4 circuitos completos e Super Randonneur por 3 anos seguidos. Apesar de já estar classificado, fiz questão de fazer todo o Circuito Audax Rio deste ano. Lidar com o estresse, preparação física e mental das provas é com certeza o melhor que se pode fazer. Além disso, treino diariamente. Quando não posso ir pra rua ou estrada por algum motivo, encaro o rolo, que também ajuda bastante pela flexibilidade de horário e local. Tenho o acompanhamento nutricional da Carla Bogéa, nutricionista super experiente de muitos atletas e to tentando agora aprender pelo menos um pouquinho de francês pra me ajudar por lá… principalmente expressões como água, comida, socorro, etc kkkkkkkk A questão financeira também é um grande desafio. O investimento é alto tanto na viagem em si, como em equipamentos, vestuário, etc. Tive a sorte de ter muitos parceiros compartilhando comigo esse desafio e me apoiando nisso. Os patrocinadores que eu listei acima merecem todo o meu agradecimento e sem eles não seria possível realizar esse sonho. Além disso, como muitos outros brasileiros que estão indo para o PBP, também estou fazendo uma vaquinha online para me ajudar a custear as despesas, o link é http://vaka.me/632663. Tem muita gente colaborando mas ainda é necessário mais ajuda para alcançar a meta. Estou confiante que vamos chegar lá!

Qual a sua expectativa para a prova?
Confesso que é difícil visualizar como vai ser essa experiência. É minha primeira prova internacional e acho que vai ser tudo muito deslumbrante!! A ideia de cruzar a França em uma prova com mais de 7000 ciclistas de todo o planeta é fantástica!! A ansiedade já está batendo e estou acertando os últimos detalhes. Quero aproveitar bastante a prova e tentar conhecer ao máximo as regiões por onde vou passar. Assim como aqui no Brasil, me parece que o apoio e receptividade das pessoas é sensacional!!! Esse incentivo sempre nos dá uma energia a mais e ajuda muito no fator psicológico, que é fator determinante para as provas de longa distância. No mais, é aproveitar e seguir fazendo aquilo que sabemos e nos realiza! Estou muito feliz em ter chegado até aqui e só tenho a agradecer por todo o apoio que recebo de todos!! Sozinho eu não conseguiria escrever essa história. S2

coquito
Felipe Coquito e sua mandala com as 5 medalhas do SRC2500 do Randoneiro Cristal (Arquivo Pessoal)

 

Veja também

» Confira os perfis dos brasileiros no PBP 2019
» Paris-Brest-Paris a mais tradicional prova de ciclismo de longa distância do mundo
» Saiba mais sobre os Brevets Randounnerus e Audax, o Ciclismo de Longa Distância

Facebook: tripedalnetTwitter: @tripedalnetInstagram: @tripedalnetMore...