Conheça o perfil dos Super Randounneurs brasileiros que irão participar da 19ª Edição do Paris-Brest-Paris: Brazucas no PBP 2019

Raniel de Lima – G017

Raniel1

Cidade:
Piracaia/SP

Naturalidade:
Santo André/SP

Idade:
41 anos

Profissão:
Investidor Imobiliário

Patrocinador/Equipe:
Não tem.

Como/Por que começou a pedalar?
Em 2013 morando em Santos comecei a pedalar para ter uma melhor qualidade de vida, uma amiga me convidou para fazer um pedal em grupo e acabei conhecendo uma galera super bacana e alguns deles faziam as provas de Audax, fiquei curioso e me inscrevi no BRM200km de Campos do Jordão. Terminei com certa facilidade, por coincidência foi quando me aproximei mais da minha gatinha linda Luciana Santo, de lá para cá começamos a namorar e fazer quase todas provas juntos curtindo a vida e desfrutando as alegrias e perrengues das estradas. Deixo aqui uma dica aos maridos e namorados, levem suas mulheres para curtirem com vocês as provas, não há nada mais gratificante que estar ao lado da pessoa amada desbravando as estradas mundo a fora, é prazer em dose dupla quanto brevetamos…

Qual o BRM/LRM mais marcante?
London/Edinburgh/London 1400KM (LEL 2017) estava atrasado 5 horas e faltavam 450km para tentar recuperar o tempo perdido, e Graças a Deus com muito foco, fé e determinação fui buscando a cada km superar o cansaço, sono, e todas as intempéries que vieram aparecendo. Durante o percurso cheguei a delirar de tanto sono, em nenhuma outra prova tinha ocorrido algo semelhante, só fui ter a certeza que conseguiria concluir a prova dentro do tempo no penúltimo PC. Ao chegar em Luto, cidade da chegada, estava ela de braços abertos me esperando, Luciana Cola Santo, minha companheira de vida e de pedal, com mais alguns amigos entre eles os irmãos Giuliano Guarini e Fabricio Guarini, foi uma grande emoção e superação total, consegui chegar 2 horas antes de estourar meu tempo.

Já participou de outros PBP? Como foi?
Sim, em 2015 porem abortei com 450 km em Saint Nicolas du Pelén, depois de diversos erros entre a Luciana e eu durante a prova, porém o mais grave foi não saber que poderia seguir em frente mesmo depois de ter estourado o tempo do PC, sim, depois fiquei sabendo que muitos amigos estouraram, porém conseguiram recuperar até o final e foram homologados, pela regra oficial isto não é permitido, mas na prática foi! Sugestão aos que irão pela primeira vez, não percam tempo nos pcs, e em caso de atrasos, não parem, continuem até o final que a chance de homologação é real.

Como foi a sua preparação para o PBP 2019?
Não sou de seguir planilhas, assessorias, rotinas… Durante um período girei em torno de 300 km por semana divididos de acordo com o tempo que tinha disponível, fazendo as provas de BRMs entre elas um BRM 1000 no mês de junho, a cabeça é uns dos maiores motivos de DNF nestas provas, portanto, se tiver um bom psicológico, estiver focado com vontade de brevetar é sucesso garantido!

Qual a sua expectativas para o evento?
INSISTIR, PERSISTIR, NÃO DESISTIR in memorian ao ciclista Claudio Clarindo CLR331.

 

Veja também

» Confira os perfis dos brasileiros no PBP 2019
» Paris-Brest-Paris a mais tradicional prova de ciclismo de longa distância do mundo
» Saiba mais sobre os Brevets Randounnerus e Audax, o Ciclismo de Longa Distância

Facebook: tripedalnetTwitter: @tripedalnetInstagram: @tripedalnetMore...