O tradicional Desafio das Pontes é uma travessia por caminhos históricos e selvagens que deve ser encarada por todos aqueles que buscam auto-superação e a imersão na paisagem natural da Chapada dos Veadeiros.

Desafio das Pontes - Versão Estendida

O Desafio das Pontes, também conhecido como “Caminho das Pontes”, começa na cidade de Formosa em uma antiga estrada de terra que sai do Salto do Itiquira e segue pelo vale do rio Paranã. A região é o portal de entrada da Chapada dos Veadeiros, onde inicia sua cadeia de montanhas pelo sul de Goiás. A esquerda ficam os elevados maciços de São Gabriel e São João d’Aliança. À direita, os morros de Flores de Goiás, Alvorada do Norte e Posse, e à frente o vale com 150 km até o Forte. A segunda parte do percurso tem 65 km, atravessa a Serra Geral rumo a Serra das Laranjeiras, até Alto Paraíso, onde finaliza o tradicional “Caminho das Pontes”. Mas nós ainda seguiremos mais 48km rumo ao coração da Chapada dos Veadeiros, através da serra do Vale da Lua e de São Jorge.

O Distrito do Forte já foi a capital do município no início do século passado. Hoje a capital é São João d’Aliança, que tem esse nome devido a passagem da Coluna Prestes em 1926. Logo em seguida veio a Aliança Liberal pregando mudanças políticas e sociais pelo país e assim na década de 30, o Distrito de Capetinga foi elevado a cidade e passou a se chamar São João d’Aliança.

Na colonização da região há lendas e histórias da existência de um antigo Quilombo no pé da Serra Geral, que reuniam os negros fugidos das fazendas das imediações, também da chegada por ali de negros libertos vindo do interior da Bahia, e do estabelecimento de fazendeiros europeus na região do Vale do Paranã.

O Desafio das Pontes requer grande superação individual e é considerado de grande dificuldade por cicloturistas que fizeram o percurso. Pois, os pontos de apoio são escassos, as estradas são arenosas e com “costelas de vaca”, as dezenas de pontes de madeira são perigosas e estreitas, durante a maior parte do percurso não há sombra e no final há subidas acentuadas e contínuas.

Facebook: tripedalnetTwitter: @tripedalnetInstagram: @tripedalnetMore...