A Expedição Tripedal vai percorrer a Serra Geral pelo Vale do Paranã até a Chapada dos Veadeiros em 3 dias de aventura, passando por locais históricos e por trajetos feitos pela Coluna Prestes no início do século passado.

Expedição Tripedal Vão do Paranã

A aventura começará em Sobradinho/DF, pelo temido “Escrotombike” até Planaltina/GO, seguindo para Formosa/GO e percorrendo o Vão do Paranã até o acampamento no povoado do Forte, para enfrentar os maciços de São Gabriel até a São Jorge, passando por Alto Paraíso/GO.

Será uma cicloviagem em ritmo de treino, autosufissiente e sem nenhum tipo de apoio durante o percurso. Contaremos com apoio logístico somente para o translado de São Jorge para Brasília no dia 17. O que exigirá habilidades técnicas e resistência física do participante devido a grande altimetria.

 

Geografia

A origem geográfica da região data de milhões de anos quando um choque intercontinental provocou um soerguimento de rochas deixando um legado de morros, vales, encostas, rachaduras e trincas, além de mirantes de 440 m com uma vista panorâmica para o Vale do Paranã. Da região se originam as nascentes de importante rios brasileiros, como o Rio das Brancas, também chamado Capetinga; o Tocantinzinho, que é a nascente do Rio Tocantins e forma a Lagoa Serra da Mesa; E o Rio Paranã, com seus afluentes que se juntam mais adiante formando a Bacia do Tocantins. E ao sul, no Planalto Central, onde nascem as Águas Emendadas, formadoras de três das cinco mais importantes bacias hidrográficas do país. A vegetação é o Cerrado, com formações florestais, savânicas e campestres. Onze fisionomias diferentes formam um mosaico com a existência de mais de dez mil espécies de plantas que são fonte de remédios fitoterápicos e alimento. Uma faixa significativa do Cerrado nas escarpas da Serra Geral do Paranã é pré-amazônica, sendo uma importante área de transição. A fauna é outro fator de importância, e ainda é possível avistar diversas espécies silvestres, desde pequenos roedores até a onça pintada. A avifauna tem variantes entre o menor pica-pau do mundo e bandos de emas soltas e em liberdade.
Fonte: Wikipedia

 

História

A cultura do povo da região está enraizada na matriz africana e no coronelismo. Do distrito do Forte, vila localizada ao pé da Serra Geral do Paranã, vem a história de uma comunidade negra, provavelmente remanescente de quilombo. Contraponto com os Coronéis de origem européia que disputavam o poder e terras desde o século XVIII. Interesses políticos que fizeram com que a sede do município fosse transferida do Forte, no Vale do Paranã, para a Vila Olhos d’Água, na Chapada dos Veadeiros. Entre 11 e 20 de setembro de 1926 a Coluna Prestes atravessou a região, passando por trilhas cavaleiras com uma comitiva de políticos, e por ser este local ponto de apoio da Aliança Liberal, o nome do município foi modificado. Em 22 de abril de 1931, o povoado foi elevado à categoria de vila e denominado São João d’Aliança.
Fonte: Wikipedia

 

A Expedição Tripedal Vão do Paranã será dividida em 3 etapas:

 

1º Dia (15/11) – De Sobradinho a Formosa

Distância: 115 km
Altimetria: 2.532 m

2º Dia (16/11) – De Formosa ao Forte

Distância: 180 km
Altimetria: 1.917 m

3º Dia (17/11) – Do Forte a São Jorge

Distância: 97 km
Altimetria: 2.122 m

 


Informações sobre a Expedição Tripedal: Vão do Paranã

Data: De 15 a 17 de novembro de 2019
Saída: Sobradinho/DF – Chegada: São Jorge/GO

A Expedição Vão do Paranã, trata-se de uma aventura de cicloturismo não competitiva e auto suficiente, atravessaremos algumas regiões por trilhas técnicas sem ponto apoio durante a travessia. O participante deverá estar preparado para enfrentar condições adversas de todos os tipos, além de se preocupar com a preservação e o impacto ambiental.

Os participantes serão divididos em dois grupos, o primeiro grupo com foco em treinamento para ultramaratonas fará o percurso em ritmo de prova; o segundo grupo seguirá como passeio cicloturístico. Apesar da divisão dos grupos, cada participante deverá respeitar o seu ritmo, de acordo com as suas condições físicas e objetivos pessoais. No entanto, sugerimos aos participantes andar preferencialmente em dupla durante todas as etapas.

Somente os atletas inscritos que completarem todas as etapas poderão solicitar o certificado de conclusão e a medalha de finisher.

 

Participação

As vagas para participar da Exp. Tripedal Vão do Paranã estão esgotadas. Os interessados em participar, podem aguardar a abertura de novas vagas e solicitar a sua avaliação de currículo na pré-inscrição (aqui) e também acompanhar atualizações através do nosso newletter e redes sociais, ou entrar em contato para maiores informações. Nós avisaremos aos interessados assim que abrirem novas vagas ou ocorra alguma desistência.

Dicas

• Utilize um GPS com tracklog do percurso e estude os trechos que irá percorrer em cada dia.

• Leve suprimentos que sejam suficientes para toda a etapa, complete a água e mantimentos sempre que houver uma oportunidade. Os povoados e possíveis pontos de apoio durante a etapa podem estar fechados, inacessíveis ou não ter provisões. Portanto, leve consigo o que precisar para a etapa do início ao fim.

• Tenha um kit de emergência e primeiros socorros, além de lanterna, manta térmica, repelente, protetor solar, soro fisiológico, analgésico, etc.

• Além do cartão de crédito e do cartão do plano de saúde, leve também dinheiro. Na maioria das localidades de apoio, e até mesmo em algumas cidades do Goiás, os comerciantes não aceitam cartão de débito/crédito.

Considerações importantes

• A confirmação da participação estará sujeita ao número de vagas e à análise do perfil esportivo do candidato, além da aquisição do Kit do evento.

• Os participantes que se inscreverem atencipadamente poderão participar de treinos específicos com atletas da equipe Tripedal de MTB, e assim receber dicas e feedbacks sobre a sua preparação para a expedição.

• O participante deverá ser maior de 18 anos, ter capacidade de adaptação e espírito de equipe, sugerimos utilizar equipamentos de segurança, levar suprimentos, ferramentas básicas, peças de reposição, e estar em boas condições físicas.

• Devido as condições do terreno, dentre outros fatores, não haverá veículo de apoio acompanhando o grupo durante todo o trajeto. Portanto, o participante deverá ser autossuficiente e estar preparado para os deslocamentos entre as cidades/acampamentos.

• Para participar da Expedição Tripedal, tenha os seus equipamentos e bike em perfeitas condições para uso extremo. Além de levar o seu próprio material para reparo e estar preparo para fazer consertos de emergência.

• As despesas e custos de viagem, alimentação e hidratação são de responsabilidade do participante.

• A Expedição Tripedal, trata-se de um treino coletivo e de um passeio cicloturístico, atravessaremos regiões históricas e preservadas, onde deve-se ter total respeito pela natureza, pela preservação de recursos e especíes de fauna e flora, além de cuidado com descarte de resíduos e lixo.

Acompanhe as atualizações sobre a Expedição Tripedal nas redes sociais: Strava/clubs/tripedal, Instagram.com/tripedalnet, Facebook.com/tripedalnet e Twitter.com/tripedalnet.

 

Veja também

Confira os vídeos de outras expedições do Tripedal:
» Caminho de Cora Coralina
» Chapada dos Guimarães
» Chapada dos Veadeiros
» Chapada Imperial

Facebook: tripedalnetTwitter: @tripedalnetInstagram: @tripedalnetMore...