O Transandes Challenge é uma competição de mountain bike na Cordilheira dos Andes, através da Patagônia chilena, com cinco dias de duração e 6 etapas que variam de 60 a 80km, caracterizada por belas paisagens e altimetrias extremas devido aos glaciais e vulcões da região.

Divulgação Transandes Challenge

O Transandes Challenge é realizado no centro-sul do Chile, nas áreas montanhosas da região de Los Rios, limite norte da Patagônia chilena. Nesta região é possível encontrar grandes áreas de florestas virgens de pinheiros de Araucária, Lariços, Goigües e Robles. Uma paisagem de tirar o fôlego dominada pelos vulcões Mocho-Choshuenco, Lanin, Villarrica e muitos outros. Assim como rios e lagos de águas cristalinas e montanhas nevadas.

Este ano a prova acontecerá de 23 a 27 de janeiro. Serão 360km com mais de 11.000m de elevação acumulada em um percurso com 6 vulcões e mais de 10 lagos. São esperados 350 atletas de 30 países, incluindo campeões mundiais e ex-corredores do Tour de France e Giro d’Italia. Todos estes, integrados no fascinante ecossistema de uma das principais stage race (XCS) do mundo.

 

Conheça os 6 Estágios do Transandes Challenge 2017

1º Etapa: Huilo Huilo – Huilo Huilo (23/01)



Distância: 76km

Altimetria: 2.664m

Estradas Secundárias: 10%
Off Road: 45%
Single Tracks: 45%

 

A 1ª etapa é uma das mais longas e exigentes da prova. O percurso parte em direção à aldeia de Neltume, seguindo para o Salto Del Huilo Huilo, e entrando na área de reserva florestal, até começar uma subida em ziguezague rumo ao topo da montannha. Depois do downhill vem um trecho relativamente plano margeando um pequeno rio. Após 45km começa a subida do vulcão Mosho-Choshuenco. A subida começa suave e a inclinação vai aumentando gradualmente até os últimos 3km, quando atinge a maior altimetria da etapa. Mas como compensação tem uma vista majestosa do vulcão e das montanhas próximas, e termina com um downhill de 7km em meio à mata nativa.

2ª Etapa: Puerto Pirihueico – Huilo Huilo (24/01)

Distância: 71km

Altimetria: 2.790m

Estradas Secundárias: 40%
Off Road: 50%
Single Tracks: 10%

 

A 2ª etapa começa mais cedo, com os atletas embarcando no Ferry Boat em Puerto Fuy, e largando de Puerto Pirihueico para retornar a Huilo Huilo. A largada sai por uma antiga estrada florestal, logo inicia uma subida com 1.500m de altitude, o ponto mais alto da competição. Após o downhill, entra em uma área plana chamada Pampa de Pilmaiquén, para escaladr o “Piedras Negras” caminho que percorre uma floresta densa, até chegar na subida do “Sendero del Esquiador” com 8km, e já começa o downhill até a chegada.

3ª Etapa: Huilo Huilo – Huilo Huilo (25/01)

Distância: 71km

Altimetria: 2.630m

Estradas Secundárias: 40%
Off Road: 50%
Single Tracks: 10%

 

Esta é uma etapa considerada longa e exigente que passa por estradas florestais e trilhas com muita erosão e também inclui algumas seções com subidas muito exigentes. A largada é em direção de Neltume, mas ao contrário do Estágio 1, vira para o norte e começará a subir as montanhas que cercam a cidade, até alcançar o ponto mais elevado neste estágio, a estação do teleférico. De lá, inicia uma rápida descida até a estrada, onde começa uma subida suave e com muito vento através da floresta nativa rumo à cidade de Liquiñe no coração do vale, passando por uma inclinação íngreme de dois quilômetros. São 30 quilômetros até a última grande subida do dia. Depois de atravessar a Ponte Quilmo começa o downhill de La Vega, uma estrada às margens do Rio Cua Cuá, e uma estrada de cascalho em torno de Neltume Lake. Depois disso, uma subida leve de 10 km levará até a linha de chegada no acampamento de Huilo Huilo.

4ª Etapa – Contra-Relógio – Huilo Huilo (26/01)

Distância: 10km

Altimetria: 315m

Estradas Secundárias: 40%
Single Tracks: 50%

 

A prova de contra-relógio (XCT), começa com uma escalada em trilhas pela floresta de Huilo Huilo. Depois de 2,6 quilômetros, alcançará o ponto mais elevado da etapa e começará sua descida para Puerto Fuy. Ao atravessar a rodovia entrará em novas trilhas ao longo do Rio Fuy. A partir daí, começa uma combinação de trilhas rápidas e estradas marginais com uma leve ascensão de 1 km no final até a linha de chegada.

5ª Etapa – Huilo Huilo – Huilo Huilo (26/01)

Distância: 39km

Altimetria: 1.527m

Estradas Secundárias: 30%
Off Road: 40%
Single Tracks: 30%

 

O 5º estágio será a segunda etapa do 4º dia. É uma etapa simples, com uma longa e constante subida. Ao passar por Neltume começa uma subida de 22 quilômetros em Remeco, com 900 metros de terreno irregular, a estrada então atravessa a floresta Valdiviana. Após cinco quilômetros, retorna à Neltume em um percurso com muitas curvas e erosão.

6ª Etapa: Huilo Huilo -Huilo Huilo (27/01)

Distância: 54km

Altimetria: 2.315m

Estradas Secundárias: 40%
Off Road: 50%
Single Tracks: 10%

 

A etapa final do Transandes Challenge segue na direção de Puerto Fuy, onde começa a primeira grande subida. Em 7 quilômetros, com 600 metros e desnível de 8.5%. Após o downhill, começa a segunda subida de 19km em Remeco. Depois, uma descida vertiginosa, o famoso Pozo de Oro, leva às margens do Lago Pirihueico. A partir deste ponto, serão 10 quilômetros de subida em um monte perversamente íngreme, com 400 metros de ganho de elevação em menos de 3 quilômetros. A partir deste ponto, faltarão apenas 7 quilômetros até a linha de chegada.

 

Veja também

» Nosso ranking com as melhores provas de ultramaratona de MTB do Brasil
» Conheça os principais tipos de provas de cross-country (XC)

 

Estas são as empresas que apoiam a nossa equipe na Transandes Challenge 2017

N4F Design e Marketing Esportivo Finansorama
AAZ Sports Epic Bike Store FMC

 

 

Veja também

» Confira os vídeos do Transandes Challenge 2017

 

Referências

Transandes Challenge

Facebook: tripedalnetTwitter: @tripedalnetInstagram: @tripedalnetMore...