Evento nesta quinta-feira (7) reunirá representantes da sociedade civil e governo, a partir das 10h da manhã, no Auditório Coworking, região da Av. Paulista. Pedalada na Ciclovia do Rio será no final da tarde do sábado (9)

Ilustração Rio Pinheiros
Ilustração do site #VoltaPinheiros (Divulgação/ Volta Pinheiros)

A sexta edição do Pedal das Capivaras, passeio ciclístico que será realizado neste sábado (9) na Ciclovia do Rio Pinheiros, em São Paulo, terá seu início na manhã desta quinta-feira (7) com a realização de uma roda de debate na capital paulista. A partir das 10h, no Auditório Coworking, na Alameda Santos, estarão reunidos os dez debatedores convidados, para discutir o tema central das ações, pedalada e debate, que é alertar a população e os governantes para a importância da despoluição do Rio Pinheiros.

“O Pedal das Capivaras começou em 2011, um ano após a inauguração da Ciclovia do Rio Pinheiros. De lá para cá, o evento cresceu e mais interessados em debater a causa juntaram-se a nós. A quantidade de pessoas que utilizam a Ciclovia, seja para treinar, locomover-se ao trabalho ou apenas como lazer”, destaca João Magalhães, um dos organizadores do evento.

“Os dados da CPTM mostram que mais de 3 milhões de ciclistas já pedalaram lá, de 2010 até hoje. Ou seja, o Rio Pinheiros saiu do esquecimento, hoje ele é parte da cidade, por onde passam não apenas automóveis de vidro fechado para não sentirem o mau cheiro do rio, mas também cerca de 40 mil ciclistas por mês. São Paulo é uma das principais cidades da América Latina e merece um Rio Pinheiros despoluído. É por essa causa que estamos nos reunindo e esperamos dar início a uma ação duradoura que gere resultados, chamando atenção da população e do poder público para o tema”, complementa João Magalhães.

 
Debate Pedal das Capivaras João Magalhães
João Magalhães (JB Carvalho / Shimano)

Os participantes do debate

Entre os dez convidados para debaterem o tema do Pedal das Capivaras, estarão reunidos representantes da sociedade civil e de órgãos do governo, com experiência e conhecimento em diversas áreas. Todos eles trazem à tona a importância de colocar em pauta a necessidade de despoluir o Rio nos holofotes da mídia e do poder público.

O projeto #VoltaPinheiros encabeça a lista de confirmações do debate, representado pelo publicitário Marcelo Reis. Ao lado de outros cinco integrantes da equipe, Carolina Younis, Bruno Andrade, Andreza Aguiar, Pedro Utzeri e André Curi, o #VoltaPinheiros nasce pela falta de cobrança aos setores públicos por parte da sociedade para solucionar o tema, ao sentirem que é chegado o momento de pressionar as entidades responsáveis pela questão. A iniciativa inclusive conta com um abaixo assinado: https://www.change.org/p/vamos-resgatar-o-rio-pinheiros-sp-voltapinheiros.

Estarão ainda no debate do Pedal das Capivaras, pessoas ligadas ao poder público, tais quais o vereador de São Paulo, José Police Neto, o diretor do EMAE (Empresa Metropolitana de Águas e Energia), Eduardo Rocha, e o diretor do Parque do Ibirapuera, Heraldo Guiaro. A representante do terceiro setor será Filó, da ONG Pedal Sustentável, enquanto a cicloativista Roberta Godinho vai expor o ponto de vista de quem utiliza a Ciclovia às margens do Rio diariamente. Na área da comunicação, mais dois representantes com conhecimento para abordar o tema, a fotógrafa Marina Klink e Edu Gasperini, apresentador do programa Vamos Pedalar – TV Cultura.

Por fim, completam o time do debate duas pessoas que podem ajudar na prática o sonho de ver o Rio Pinheiros um dia despoluído, Fran Junqueira, advogado e sócio da Biotecnicontrol, uma empresa do grupo Multieficiencia, com larga experiência na despoluição de rios; e Pedro Oliva, renomado atleta de caiaque, embaixador da Thule e organizador do Projeto Cachoeiras que percorreu o Rio Paraíba do Sul, da nascente até sua foz, coletando dados de pesquisa e realizando ações ambientais.

 
Ciclovia do Rio Pinheiros
Quinta edição do Pedal das Capivaras, em 2015 (JB Carvalho / Shimano)

Ciclovia do Rio Pinheiros

Principal opção para a prática do ciclismo na capital, a ciclovia foi fundada em fevereiro de 2010 e é administrada pela CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos). Com uma média mensal de 35 mil ciclistas usuários do espaço atualmente, ultrapassou em 2017 a marca de 3 milhões de usuários no total nestes quase oito anos de funcionamento. O percurso margeia o Rio Pinheiros e tem, hoje, extensão de 21,2 km, o que faz dela a mais longa de São Paulo, ou seja, ideal para treinamentos. Infelizmente a Ciclovia tem boa parte de seu trajeto interditada em razão de obras que não tem previsão de término.

 
logo_pedal_das_capivaras_editado

Serviço

Debate e Pedal das Capivaras

O Debate

Data: quinta-feira – dia 7
Horário: 10 horas
Local: Auditório Coworking
Endereço: Alameda Santos, 415, 14° andar

Pedal das Capivaras

Data: sábado – dia 9
Horário: 17 horas
Local: Ciclovia do Rio Pinheiros
Ponto de encontro: Mit Point – Shopping JK Iguatemi, a partir das 16h
Endereço: Av. Pres. Juscelino Kubitschek, 2.041

 

Fonte

Assessoria de Imprensa | ZDL Comunicação

Facebook: tripedalnetTwitter: @tripedalnetInstagram: tripedalnetMore...