O número 1 do UB515, Sergio Cordeiro, ícone brasileiro do triathlon de ultradistância, aos 64 anos, vai para mais uma participação no evento que competiu em todas as edições.

Sergio Cordeiro Ultraman
Sérgio Cordeiro – O Ultraman dos Ultramans (@rodpix / Tri Sport Magazine)

Da Redação da Tri Sport: Aos 64 anos e com o mesmo peso dos últimos 40, ele continua sua saga. Sérgio Cordeiro, brasileiro, campeão mundial de Decaironman em 2007 no México, vai alinhar para mais um UB515, a única prova de distância Ultraman no Brasil, um recorde.

O maior Ultraman brasileiro de todos os tempos, com 16 provas completadas na distância em provas realizadas no Havaí, Canadá e Brasil, ele é o único brasileiro a participar de todas as edições do UB515, que completa sua 5ª edição neste final de semana – nos dias 6, 7 e 8 de Abril.

Cerca de 32 triatletas vão percorrer as distância de 515km entre as cidades de Ubatuba e Rio de Janeiro, nadando, pedalando e correndo. A saga é completada em 3 dias de prova. Cordeiro, o mais veterano e experiente fala um pouco dessa sua tradição, motivação e como se mantém ativo depois de tantos anos.

Sergio-Cordeiro_ride-1
Sérgio Cordeiro – O Ultraman dos Ultramans (@rodpix / Tri Sport Magazine)

 

Como é a sensação de participar de mais um Ultraman, o UB515?

Ser o número 1 é eterno e motivante no UB515. É o lado positivo de ir lá e completar, manter a tradição. Um oportunidade de também representar o nosso país, eu sinto assim. (No UB515 todos os atletas recebem um número de peito eterno, que não pode ser utilizado por outros atletas em futuras edições do evento. Cordeiro recebeu o número 1 desde a primeira edição).

 

Quantos Ultramans já foram?

Já perdi até conta mas já foram quase 20, fora o DecaIronman que fui campeão 2017, bronze em 2010 e prata em 2012. Completei 12 Ultramans no Havaí, Canadá, e mais os 4 do UB515, aqui no Brasil. Esse será o meu 17º Ultraman.

 

Como é a sua rotina e suas condições de treino?

Nas minhas semanas focadas no treinamento de Ultraman eu tento pedalar de 600-700km e correr por volta de 200km. A natação é que fica a desejar, por falta de tempo.
Tem dias que faço 6-8h direto de treinos. No final de semana tem dia que pedalo 200km no sábado e no domingo tenho mais ciclismo, com 40-50km de corrida.
Hoje eu moro em Magé e em 10min eu estou na Estrada Rio-Teresópolis com diversas opções de rotas. Tem muita trilha por aqui, tenho que agradecer pelas condições que tenho hoje em dia. Na verdade, esse sempre foi o palco dos meus treinos, mas agora moro e trabalho perto de tudo.

 

Você trabalha na Prefeitura de Magé, como é o seu trabalho lá?

Eu não tenho uma rotina de trabalho mas eu sou responsável pelo programa de Qualidade de Vida da cidade de Magé. Oferecemos a estrutura para o cidadão Mageense com cardiologista, endócrino, nutricionista e fisioterapia, com várias atividades que vão desde Pilates até Dança. Nossa preocupação é botar o pessoal para ficar ativo. Isso é um projeto da prefeitura mas oficializado pela Secretaria de Saúde federal. Um programa de saúde que implementei há anos e venho me dedicando.

 

Eles te dão um apoio?

Eu sou funcionário, tenho o meu salário. Isso é melhor que patrocínio. Não tenho horário de trabalho – posso fazer meus treinamentos e organizar meu tempo.

 

Quando começou o triathlon na sua vida?

Desde aquela época, nos anos 80… . Já são quase 40 anos nessa atividade. Na Telerj, eu era corredor e eles me apoiavam nas participações de Corrida de Rua. Começei a aprender a nadar e a coisa nasceu. Quando eu via a matéria no jornal com o Marco Ripper e o Dolabella no Ironman do Havaí, eu fui atrás do tal do triathlon, do desafio. Fiquei fascinado.

 

Qual o seu objetivo hoje em dia?

Bicho, eu tento manter essa tradição de competir no UB515 e buscar o o bicampeonato no DecaIronman – um Ironman por dia durante 10 dias. A prova acontece em Leon, no México. Enquanto eu tiver duas pernas eu vou continuar.

 

Sergio Cordeiro – Ultraman – Decaman – Foco3

 

Sergio Cordeiro

Magé/RJ – BRA
64 anos, 67kg, 1.66cm

– Erdinger Alkoholfrei UB515 2017, 2016, 2015 e 2014;
– Ultramaratona 300 km 2017;
– Campeão do Deca-Ironman World Challenge 2007;
– Medalha de Prata no Deca-Ironman World Challenge 2010;
– Medalha de Bronze no Deca-Ironman World Challenge 2012;
– 10 particiapações no Ultraman World Championships e no Ultraman Canada;
– Death Valley Marathon;
– Everest Marathon;
– Inúmeras competições esportivas com as mais variadas distâncias, com ênfase nas ultradistâncias;
– 33 anos de triathlon, um dos precursores do esporte no Brasil.

Últimas provas:
Corridas de Ultra-distância;
– 48h de Passa Quatro – 5º lugar,
– 12h de Niterói – 5º lugar

 
» Acompanhe a cobertura oficial do UB515 pela Tri Sport, mídia oficial do UB515.

 

Fonte

Campeonato Sul Americano de Ultra Distância – UB515
Redação da Tri Sport Magazine

Facebook: tripedalnetTwitter: @tripedalnetInstagram: tripedalnetMore...